domingo, 3 de maio de 2015

O REGRESSO




Eram cerca das 23,20 horas quando estalou o primeiro foguete sinal de que a romaria voltava a reiniciar a marcha , desta vez, para o percurso final que os levaria desde o Coiro da Burra, desfilando pela aldeia de Estoi, até terminar a jornada no "picadeiro".

Durante o dia algumas histórias aconteceram, umas alegres outras tristes, sendo que a mais grave foi o acidente ocorrido ainda na ida para Ludo quando um atrelado de um tractor se voltou com muitas pessoas a bordo, tendo dez delas sido obrigadas a receber assistência na urgência do hospital de Faro.

Nas informações que obtivemos, ontem à noite quase todas já tinham tido alta, ficando ainda uma ou duas no hospital.

No regresso sucedeu mais um lamentável acidente com um dos animais que circulava atrelado a uma carroça inesperadamente desfaleceu caiu e já não se levantou morrendo em plena estrada.

Voltando ao desfile propriamente dito deu-se com algum atraso em relação ao horário previsto, perante a habitual multidão que os rodeava e aplaudia durante toda esta parte final da romaria.

Na frente a "Radio Major/Simão" incitava e desafiava o publico para as Vivas à Pinha, seguia-se a "Banda Filarmónica de Paderne", os cavaleiros, as carroças, tractores e finalmente as carrinhas.

Pelo meio muitos romeiros que  preferiam fazer esta parte do percurso a pé davam também o "mote" para as vivas à pinha e agitavam as "Tochas".

A festa terminou com um convite para o tradicional baile popular que acontecia no Jardim Ossonoba e também no picadeiro, já que na tarde e inicio da noite o local do baile foi a praça da Liberdade, em frente à igreja matriz.

Hoje, pelas 18.00 horas, a missa de agradecimento à Senhora do Pé da Cruz, encerrará o programa desta Festa da Pinha de 2015.

Fica a promessa, de no próximo ano voltar a realizar-se ainda com mais força e vigor, para alegria de todos aqueles que ano após ano se vão juntando para esta festa.

Entretanto ainda durante muito tempo, se irá recordando os muitos episódios vividos nesta jornada.

Resta-nos fazer votos para que as pessoas acidentadas rapidamente se recomponham.

1 comentário:

Antonio Luis disse...

Parabéns pela excelente reportagem.